Gilberto Braga, autor de 'Babilônia', fez um longo desabafo sobre a baixa audiência da novela em entrevista ao jornal 'O Globo' desta semana. "Até agora eu sofro a humilhação pública diária de perder para 'I love Paraisópolis'. É uma decepção muito grande. Escrevo achando que está bom e na Bahia e em Goiás dou 12 de audiência. O que é isso?", questiona.


Para o autor, um dos principais problemas com a trama se deve ao fato da nova mentalidade de grande parte da população. "O Brasil está mais careta, não tenho a menor dúvida. Quer a prova? Não pode ter nudez nem masculina nem feminina. Nos anos 80 tinha a bunda de um homem de fora na abertura de novela das 19h ("Brega & chique", de 1987). Hoje não poderia. Por quê? O Brasil encaretou. Por que uma bunda de homem choca? É a realidade que a gente está vivendo. Por que não pode peitinho de mulher? É tão agradável. Até eu que sou gay, gosto", dispara.

Ainda durante a entrevista, Gilberto revela que a rejeição reflete em problemas para a sua vida pessoal. "Tenho uma psiquiatra e quando estou deprimido converso com ela. Sou dependente de remédios, tomo muito Rivotril. Tomo remédio o tempo todo. O remédio me protege, mas tudo me atinge".
Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.