O Centro de Controle de Zoonoses, mais o pelotão da Cavalaria da Polícia Militar, a Polícia Rodoviária Federal e a Guarda Municipal, realizam operações para apreender animais de grande porte que vagam pelas ruas de Feira de Santana e pelas estradas federais que cruzam o município, com atenção para a avenida Eduardo Fróes da Motta. A medida tem como objetivo prevenir acidentes.

Em 2014 foram apreendidos mais de 600 animais, que foram levados para o Centro de Zoonoses. Até abril deste ano 240 bichos foram levados para os currais do CCZ. De acordo com a coordenadora do órgão, a veterinária Mirza Cordeiro, nas operações estão sendo usados três caminhões-gaiola – um da Prefeitura, que vem sendo usado na zona urbana, e dois da PRF, que circulam pelas BRs.

“A apreensão é uma maneira de que acidentes envolvendo veículos e animais de grande porte sejam prevenidos”, comenta a coordenadora. “E a gente está sempre atento para este problema”. A grande maioria dos cavalos encontrados pastando nas vias públicas pertence a carroceiros, que não praticam a posse responsável dos seus animais.

A multa para a primeira apreensão é de R$ 75 e dobra em caso de reincidência. Mirza Cordeiro disse ainda que grande parte dos cavalos chega debilitada. Eles recebem atendimento veterinário e, se não reclamado, são doados para entidades sem fins lucrativos, depois de recuperados.

Fonte: Secom
Marcadores:

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.