Suspeita de jogar óleo quente em uma amiga e ainda atingir duas crianças, incluindo a própria filha, Vastiane Karolayne Alves, 23 anos, desabafou sobre o ocorrido nas redes sociais. O caso aconteceu em Guarujá, no litoral de São Paulo, na última sexta-feira (8). A briga entre as duas jovens teria começado quando a vítima, Aline Cristiane dos Reis, de 24 anos, jogou o celular de Vastiane na água.

No Facebook, a suspeita rebateu a versão de que teria planejado a ação, dizendo que a Aline estava dormindo na casa dela e que as duas eram amigas, mas houve um desentendimento. “Quando foi na sexta-feira eu estava com a panela quente no fogo para dar almoço para as crianças e ela chegou me afrontando na minha casa. Ela estava com um facão para me matar, sendo que comia, bebia e dormia na minha casa. Eu apenas me defendi empurrando e a panela veio junto sobre o rosto dela, respingando óleo na minha filha pequena de seis anos e no meu sobrinho de três”, comentou. Aline Cristiane dos Reis ainda segue internada na Santa Casa de Misericórdia de Santos com queimaduras de 2º grau.

Tanto a irmã da vítima, quanto o ex-cunhado de Vastiane, pai da segunda criança atingida, acreditam que a ação foi planejada. "Eu achei que foi de maldade, bem provável que ela tenha feito isso para agredir a outra, porque foi muito óleo. Pegou em todo o rosto da Aline e ainda atingiu as crianças. Meu filho estava de casaco, roupa pesada, e mesmo assim pegou nele”, disse o ex-cunhado.

Em outra postagem, Vastiane chegou a agradecer o apoio de amigos e exibiu uma imagem ao lado da filha. "Gente, isso tudo não passou de um acidente. Graças a Deus eu já estou em casa, já estou bem, ao lado das pessoas que mais amo. Filha e sobrinho, nunca faria mal a vocês", explicou. Apesar das mensagens, ela ainda não foi localizada. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher no Guarujá.
Marcadores:

Postar um comentário

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.