Agora no Portal

PIB cai no 1º trimestre e impacta rotina dos brasileiros

A economia brasileira ficou praticamente estagnada em 2014, com crescimento só de 0,1%, e deve aprofundar a retração neste ano. O próprio governo projeta um recuo de 1,2% do PIB brasileiro em 2015, em linha com a expectativa do mercado financeiro. O freio na economia já impacta no dia a dia dos brasileiros.

No primeiro trimestre, a taxa de desemprego atingiu 7,9%, o maior nível desde 2013, quando o índice estava em 8%, segundo dados da pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada pelo Instituo Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A diminuição da renda do brasileiro provocou uma queda do varejo. No acumulado do ano, as vendas do varejo recuaram 0,8%, também segundo o IBGE.

O enfraquecimento da economia também respingou no setor imobiliário. Em 2014, as vendas de imóveis em São Paulo caíram 35%, segundo o Secovi-SP. E, por ora, não há sinal de recuperação. A venda de imóveis novos na capital paulista recuou 0,7% em fevereiro de 2015 em relação ao mesmo mês do ano passado.