Agora no Portal

Número de homicídios cai 20,9% na Bahia entre janeiro e abril

O governador Rui Costa anunciou pelo Twitter a redução de 20,9% no índice de homicídios registrados nos quatro primeiros meses do ano em Salvador, área metropolitana e nos 11 maiores municípios do interior. O percentual representa 209 casos a menos ao ser comparado com o mesmo período de 2014.

Esses e outros dados foram aprese
ntados na reunião do Comitê Executivo do Programa Pacto pela Vida, realizada nesta quinta-feira (21), na sede do Ministério Público do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador. Nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril deste ano também houve redução de 15,5% de ocorrências na capital, 18,2% na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e 28,8% no interior.

O balanço contabiliza os números das cidades mais populosas do interior baiano, consolidadas aos dados de Salvador e RMS, cobrindo metade da população e do total de Crimes Violentos Letais Intecionais (CVLIs) em todo o estado - Feira de Santana, Juazeiro, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Porto Seguro, Itabuna, Jequié, Barreiras, Ilhéus, Paulo Afonso e Eunápolis. As cidades de Ilhéus (-51,4%), Itabuna (-29,8%) e Feira de Santana (-28,5%) foram as que mais reduziram homicídios no primeiro quadrimestre.

Interiorização

Segundo o coordenador do Pacto pela Vida, César Lisboa, o processo de interiorização permite planejar as ações do programa em todo o território estadual. "Precisamos pensar a Bahia como um todo para reduzir os índices de criminalidade e violência no estado inteiro. Temos conseguido bons resultados tanto em Salvador quanto na região metropolitana, porém em alguns momentos essa violência se espalha por outros municípios e precisamos debater e refrear, como fizemos ao trazer aqui hoje a área integrada de segurança pública de Alagoinhas" .

O secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, ressalta que o plano inclui realização de reuniões do programa em cidades do interior. "Estamos ampliando a visão do Pacto para os municípios do interior programando nesta sexta-feira [22 de maio] uma reunião regional em Alagoinhas e, para o início do mês de junho, uma reunião do programa em Itabuna", informou.

Redução acumulada

Entre janeiro e a primeira quinzena de maio, a variação acumulada na capital baiana e na Região Metropolitana de Salvador é de -14%, com 133 ocorrências a menos em relação a 2014. Houve redução de 11,7% e 18,3% em Salvador e RMS, respectivamente.